Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas Notícias > Comunicação > Sistema Atalanta do CDTN gerencia avaliação dos 466 mamógrafos de MG
Início do conteúdo da página

Sistema Atalanta do CDTN gerencia avaliação dos 466 mamógrafos de MG

31 de janeiro de 2020

A qualidade da imagem dos equipamentos de mamografia é fundamental para o sucesso no diagnóstico precoce do câncer de mama

 Foto: Antônio Pereira Santiago/CDTNFoto: Antônio Pereira Santiago/CDTN

O câncer de mama não é assunto só para a campanha Outubro Rosa. No dia 5 de fevereiro foi instituído o Dia Nacional da Mamografia, data que chama atenção para a importância do exame, que diagnostica o segundo câncer mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo, de acordo com os dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Em Minas Gerais, o sistema Atalanta, desenvolvido pelo Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear (CDTN) em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, por meio do Programa Estadual de Controle de Qualidade em Mamografia (PECQMamo), é um sistema de controle de divulgação da qualidade de imagem dos 466 mamógrafos do estado. Apenas em Belo Horizonte e na Região Metropolitana estão instalados 126 deles.

O principal usuário do sistema Atalanta é a Vigilância Sanitária do Estado de Minas Gerais (VISA-MG). Por lá, a VISA-MG monitora semestralmente as imagens dos equipamentos de mamografia de serviços públicos e privados, como clínicas, consultórios, hospitais e laboratórios.

Atualmente, o Atalanta gerencia todas as informações do programa, o que unifica a avaliação da qualidade técnica das imagens dos mamógrafos de Minas Gerais, além de aumentar a periodicidade do controle e garantir que apenas equipamentos de alta qualidade estejam em atividade. Além disso, o sistema disponibiliza a lista dos equipamentos aprovados para o acesso dos cidadãos no http://atalanta.cdtn.br/.

“Minas Gerais é o único estado com esse tipo de controle, e que disponibiliza os relatórios para a população. É recomendado que as pessoas se informem pelo site antes de realizar o exame de mamografia. A avaliação periódica da qualidade de imagem proporciona às mulheres mineiras a garantia da qualidade do exame”, afirma a coordenadora do Laboratório de Radioproteção Aplicada à Mamografia (LARAM) do CDTN, Maria do Socorro Nogueira.

De acordo com a especialista em Políticas e Gestão da Saúde da Vigilância Sanitária do Estado de Minas Gerais (VISA-MG), Cristiane Nogueira, para melhor operacionalizar o programa, foram criados cinco grupos correspondentes às regionais de saúde do estado, cada uma com uma data diferente para envio da imagem dos mamógrafos.

No Sistema Atalanta, a avaliação é feita por equipamento, não por serviço. Assim, o serviço que tem mais de um mamógrafo, tem que submeter a imagem de cada equipamento individualmente para a avaliação técnica.

A avaliação do teste de qualidade é enviado pelos estabelecimentos cadastrados por meio do Atalanta e é avaliado pela VISA-MG. Em caso de reprovação de determinado equipamento por parâmetro técnico, a Vigilância Sanitária do Estado de Minas Gerais notifica o serviço a interromper temporariamente as atividades até que seja realizada a manutenção do equipamento e uma nova análise da qualidade da imagem seja feita.

A lista dos serviços aprovados é disponibilizada para consulta da população por meio do site http://atalanta.cdtn.br/.

Laboratório de Radioproteção Aplicada à Mamografia do CDTNLaboratório de Radioproteção Aplicada à Mamografia do CDTN. Foto: Antônio Pereira Santiago/CDTN

Saiba mais:
A verificação da qualidade da mamografia em MG
Sistema Atalanta é divulgado na Caminhada Rosa de BH

 

Texto de Deize Paiva (Assessoria de Comunicação do CDTN)

registrado em: ,,
Fim do conteúdo da página