Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Principais Laboratórios > Serviço de Saúde > Laboratório de Dosimetria Interna
Início do conteúdo da página

Laboratório de Dosimetria Interna

O risco de contaminação com algum material radioativo no interior do corpo pode ser devido ao manuseio de fontes abertas ou simplesmente estar presente em ambientes potencialmente contaminados. Os tipos de contaminação possíveis são: por ingestão, inalação ou absorção (no caso do contato deste material com feridas no corpo). A medição direta do corpo ou um órgão específico fornece uma estimativa rápida e conveniente de atividade presente no interior do corpo. Estas medições, eventualmente combinados com os resultados da análise de excreção, permitem avaliar a dose efetiva comprometida e ser atribuído como resultado da contaminação interna.

No Laboratório Dosimetria Interna – LDI do CDTN, as pessoas que trabalham em instalações nucleares, no Reator TRIGA e na Unidade de Pesquisa e Produção de Radiofármacos - UPPR são monitoradas para investigação de possíveis contaminações internas. Também os trabalhadores de outras indústrias ou de hospitais poderão ser monitorados neste laboratório.

Em caso de acidente, é importante dispor de métodos de medição direta calibrados e preparados para verificar se ocorreu ou não uma contaminação, uma vez que estas medições ajudarão a avaliar se algum tratamento médico será necessário.

O LDI do CDTN realiza medições de contaminações internas utilizando três sistemas de contagens diferentes: o Contador de Corpo Inteiro (CCI), Sistema de Contagem de Tireoide e Sistema de Contagem de Crânio.

Contador de Corpo Inteiro

O Sistema de Detecção de Corpo Inteiro é empregado para a monitoração rotineira dos Indivíduos Ocupacionalmente Expostos (IOE) do reator de pesquisa TRIGA IPR-R1/CDTN e para o público em geral, sempre que houver risco de incorporação acidental. O Contador de Corpo Inteiro usa um detector NaI(Tl) 8"x4" no qual cobre um range de energia de 300 keV a 2000 keV, com a Atividade Mínima Detectável (AMD) de 75 Bq para 137Cs e 60Co, no tempo de medida de 30 minutos.

contadorci               imagemsimuladacii
Contador de corpo inteiro com objeto simulador BOMAB na cama blindada do tipo “Shadow Shield” e ao lado o modelo computacional para simualação via método Monte Carlo.

Sistema de Contagem de Crânio

O Sistema de Contagem de Crânio é constituído por um detector NaI(Tl) 3"x3", com a Atividade Mínima Detectável (AMD) de 40 Bq para o radionuclideo 18F, no tempo de medida de 15 minutos. Ele é utilizado na monitoração dos profissionais envolvidos na manipulação de fontes não seladas como o 18F-FDG, produzido pelos trabalhadores da UPPR/CDTN.

contagemcranio5
Sistema de Contagem de Crânio 

contagemcranio2
 Modelo Computacional para Simulação via Método de Monte Carlo

 

Sistema de Contagem de Tireoide

A Geometria de Contagem de Tireoide é utilizada para medir a contaminação interna dos profissionais envolvidos na manipulação de fontes não seladas como o 124I. em atividades de pesquisa. Este sistema de contagem também pode ser utilizado em pesquisas e em casos de acidentes que envolvam a comunidade e/ou os serviços de medicina nuclear de hospitais regionais que utilizam radioisótopos de iodo.

 
simuladort
Modelo Físico de Tireoide e Modelo Computacional para simulação via Metodo de Monte Carlo

 

Contato: Telma Cristina Ferreira Fonseca - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. - Tel.: +55 31 30693496

Fim do conteúdo da página