Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Galeria de imagens > CDTN > Notícias > Newsletter > O serviço de atendimento a emergências radiológicas dentro das fronteiras de Minas
Início do conteúdo da página

O serviço de atendimento a emergências radiológicas dentro das fronteiras de Minas

O atendimento a Emergências Radiológicas e Nucleares já existe e funciona em toda a CNEN desde 1990. No CDTN, após um período de suspensão de funcionamento, foi reativado em março de 2016, como Serviço de Atendimento a Emergências Radiológicas (SAER), com atuação no estado de Minas Gerais.

Foto 01 SAER CDTN 01 2016
Identificação de fonte radioativa recolhida em 2016

Mas, de acordo com procedimentos internos estabelecidos pelo CDTN, qualquer ocorrência de emergência entre 8 e 17h, em dias úteis, é atendida pela estrutura do Serviço de Proteção Radiológica (SEPRA), chefiado por Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., o coordenador técnico do SAER.

Dessa forma o SAER do CDTN atua de forma suplementar, fora do horário de expediente normal do Centro, incluindo os fins de semana e feriados. É constituído por grupos precursores, cada um composto por dois técnicos voluntários, que se revezam semanalmente. Atualmente com 18 membros (nove duplas de atuação) nomeados por portaria do diretor, é integrado ao Sistema de Averiguação de Ocorrências (SAO), da CNEN, contando ainda com o apoio do coordenador técnico e o suporte de sete gerentes.

Foto 02 SAER CDTN 01 2018
Verificação pelos plantonistas do SAER/CDTN em local que foi notificada a existência de fonte radioativa em 2018

Os telefones de atendimento das emergências radiológicas no estado de Minas Gerais podem ser encontrados no link sobre emergências radiológicas, na página do CDTN na internet.

Assim, ao receber chamada para atendimento de emergência, o membro de plantão do SAER identifica o tipo de atendimento e estabelece a necessidade de ida ou não até o local do evento. Se necessário, convoca os membros de sua equipe para preparar o atendimento e, de acordo com a emergência, desloca-se até o local com os equipamentos específicos a serem utilizados para verificação das condições radiológicas. No local são estabelecidos os limites de segurança (isolamento da área) e a mitigação dos impactos radiológicos, bem como são definidos os procedimentos e as medidas a serem adotadas para tratamento da situação de emergência. Quando necessário outros órgãos de segurança devem ser acionados para dar apoio ao atendimento.

Foto 03 SAER CDTN 01 2017
Aparelho para identificação do radioisótopo em fonte radioativa recolhida em 2018

As emergências radiológicas devem ser comunicadas imediatamente ao chefe do SEPRA e ao Diretor do CDTN sendo que um relatório deve ser apresentado logo no retorno ao trabalho. Qualquer informação à imprensa é feita pelo chefe do SEPRA e pelo Núcleo de Comunicação do Centro.

Em maio de 2016, com o apoio do SEPRA, foi organizado um curso inicial para os interessados em participar do SAER/CDTN. Para os seus futuros integrantes, como aprofundamento, em junho de 2017 foi realizado um Curso do Instituto de Radioproteção e Dosimetria (IRD), unidade da CNEN no RJ. Esse curso teve a presença de 42 participantes, incluindo representantes de órgãos de segurança pública do estado de MG.

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. - jornalista

registrado em: ,,
Fim do conteúdo da página